Saiu o resultado provisório com as notas resultantes da recorreção das provas discursivas do CACD 2019, disponível no site do Iades.

(se você passou os últimos meses desligado/a das notícias do concurso, leia o comunicado sobre o motivo da anulação da primeira correção)

A plataforma de geração de recursos contra as notas provisórias de História do Brasil está disponível, gratuitamente, para todos e todas que tiveram seus nomes entre aqueles que constam do Edital de Resultado Provisório da Segunda Fase (Edital nº 6, de 16 de dezembro de 2019). Se você nunca foi meu aluno em curso de exercícios discursivos, basta criar sua conta gratuitamente em metodo.luigibonafe.com/registrar. Para quem já tem conta na plataforma de correção de discursivas, basta fazer login e escolher a opção “Fazer recurso“.

(Nesse outro post tem um vídeo onde explico em mais detalhes como funciona a geração de recursos)

Não é hora de perder tempo com juízos de valor sobre a qualidade dessa nova correção, que produziu variação de notas e até mesmo mudança nos nomes que figuram entre os classificados dentro do número de vagas da ampla concorrência. Afinal, o prazo para impetrar recursos é curto, a empreitada é longa e o resultado é provisório.

Mas, para não fazer suspense, segue uma análise rápida e preliminar das variações de notas das provas discursivas de História (reparos nos dados a seguir são muito bem-vindas, por favor), resultante da comparação entre a 1ª e a 2ª correções do CACD mais amador da história recente:

  • A média das notas de História variou cerca de 1% pra cima.
  • Todas as notas de HB variaram menos de 10% (positiva ou negativamente) entre uma correção e outra. Em outras palavras: nenhuma nota de História teve discrepância maior do que 10% entre as duas correções.
  • Entre as 150 notas de HB que figuram no resultado provisório divulgado hoje, apenas 21 tiveram variação (positiva ou negativa) maior do que 5%.
  • Entre os 15 mais bem classificados na ampla concorrência, 5 tiveram variação (pra mais ou pra menos) superior a 5%.

Em termos técnicos, nas correções de provas discursivas em avaliações de larga escala, com mais de um corretor por questão/item discursiva(o), as discrepâncias menores que 10% entre dois corretores são consideradas absolutamente admissíveis e esperadas, de modo que jamais produzem uma terceira correção. Em muitas organizadoras, são toleradas discrepâncias de até 20% entre dois corretores, sem necessidade de uma terceira correção.

Na prática, em relação a este CACD, ocioso dizer que nenhuma nota, qualquer que tenha sido ela (e independente da variação entre a primeira e a segunda correções), deve ser tomada por candidatos e candidatas como definitiva, ou mesmo confiável, nem sequer admissível, posto que a identificação das provas é fato consumado e irreversível a essa altura, até onde sabemos. Então, minha sugestão é que deixemos análises mais complexas para outro momento, e aproveitemos ao máximo os próximos 3 dias de prazo para recorrer de tudo que seja relevante e pertinente.

Quem quiser minha ajuda, pode começar pela geração automática e gratuita de recursos na minha plataforma, e depois me ligar para trabalharmos em cima do texto inicial. Cancelei todos os meus atendimentos individuais de alunos e aulas ao vivo desta terça 17/12/2019, portanto estarei 24 horas disponível hoje (e, nos dias seguintes, um pouco menos tempo do que isso) para quem eu puder ajudar, sem custo algum.

Prioridade será para os 35 primeiros classificados na ampla concorrência e os 10 primeiros das cotas, por motivos óbvios (de chances relativas de alteração de classificação dentro do número de vagas). Mas eu e principalmente a plataforma gratuita estaremos disponíveis para todos e todas cujos nomes figuram na lista de notas divulgada pelo IADES no dia de hoje. Exceções para casos de erros crassos de correção ou de somatório de notas. Eu estarei às ordens. E, de mais a mais, o exercício de redigir recursos (e “testar o canal”, para entender cada banca um pouco melhor a partir das respostas aos recursos) é uma parte importante da sua preparação para o próximo concurso, mesmo que você tenha ficado muito longe da última vaga.

Quem já usou a plataforma depois da primeira correção, já tem login e senha e sabe como utilizar (basta fazer login e reenviar os espelhos das suas respostas e notas). Para quem não usou, basta criar conta gratuitamente em https://metodo.luigibonafe.com/registrar (é necessário preencher o nome completo, sem abreviações, exatamente como foi divulgado na lista do IADES, letra por letra, porque a plataforma confirma que você é você mesmo através do cruzamento dessa informação com o cadastro oficial da sua documentação, no caso o CPF).

Leia também:

A correção das questões discursivas de História do Brasil na 2ª fase do CACD 2019

Materiais de treino para as provas discursivas do CACD

Sobre o autor: Luigi Bonafé - aprendacom@luigibonafe.com

Eu sou um professor de História apaixonado pelo desafio de redescobrir o magistério e desvendar a banca do CACD a cada ano. Desde 2007 dou aulas especificamente para quem quer ser diplomata. De lá pra cá, as provas do concurso mudaram muito, e os candidatos também. Como professor, eu fui mudando junto. Desde 2015 passei a lecionar nos cursos teóricos extensivos do IDEG, que ajudaram a revolucionar os fundamentos da preparação para o concurso de diplomata. Desde 2016, em plataforma própria e independente de cursinhos, criei um método de preparação para as provas discursivas de História do Brasil do CACD. E esse método foi aplicado pelos 3 candidatos que tiraram as notas mais altas das provas discursivas de HB em 3 anos seguidos: 2016, 2017 e 2018. Deixa eu te contar um pouco mais dessa história...

Relacionados

Edital CACD 2020 em meio à pandemia

Edital do CACD 2020: novidades e análise completa

Luigi Bonafé

30 jun 2020 às 4h07

Saiu o Edital do CACD 2020, com aplicação presencial da primeira prova prevista para ocorrer, muito provavelmente, em plena pandemia (30/08). Entenda as novas regras, o que não mudou, como se planejar diante dessa notícia bizarra e, principalmente, quais os materiais gratuitos disponíveis para você (re)organizar seus estudos.

correção de rumos

Portaria do CACD 2020: vai ter concurso, mas quando?

Luigi Bonafé

15 Maio 2020 às 10h17

Saiu a Portaria do CACD 2020 e todo mundo está se perguntando: quando vem o Edital? Vai ter concurso no meio da pandemia? Esse post analisa as mudanças anunciadas na Portaria e apresenta dados para subsidiar projeções sobre o cronograma do concurso deste ano.

Mais lidos

Edital do CACD 2020: novidades e análise completa

Luigi Bonafé

Atualizado em 30 jun 2020 às 21h06

Publicado em 30 jun 2020 às 4h07

Saiu o Edital do CACD 2020, com aplicação presencial da primeira prova prevista para ocorrer, muito provavelmente, em plena pandemia (30/08). Entenda as novas regras, o que não mudou, como se planejar diante dessa notícia bizarra e, principalmente, quais os materiais gratuitos disponíveis para você (re)organizar seus estudos.

>